Na última segunda-feira, 20 de julho, a Genial Investimentos realizou uma live sobre o PIX.

Um dos convidados foi João Manoel Pinho de Mello, diretor de organização do sistema financeiro do Banco Central do Brasil (Bacen).

Conforme ressaltado pelo Valor Investe, Pinho de Mello afirmou que a regulamentação de criptoativos já é discutida pelo Bacen.

Criptoativos já são pauta de estudo do Bacen

Pinho de Mello não deu muitos detalhes sobre o trabalho interno sendo feito no Bacen sobre criptoativos.

Contudo, ele já ressaltou que até mesmo um alinhamento com o Grupo de Ação Financeira Internacional (GAFI) está sendo avaliado.

O diretor do Bacen afirmou:

“Estamos estudando. Inclusive, no âmbito do Gafi (Grupo da Ação Financeira Internacional) é uma necessidade para enquadramento internacional.”

A declaração é a mais recente envolvendo o Banco Central e criptoativos.

Conforme relatado pelo CriptoFácil, o Bacen enviou um comunicado ao portal Cointelegraph Brasil em junho afirmando:

“Assim como os demais bancos centrais, o Banco Central do Brasil estuda o amplo e multifacetado tema de moedas virtuais.”

Entretanto, por meio do comunicado foi ressaltado que os estudos ainda estão em seu início. Desta forma, a possibilidade de um Real Digital ainda deve levar algum tempo.

De qualquer forma, o presidente do Banco Central defende que o PIX pode culminar em uma moeda digital.

Estudos são para integração de moeda digital no PIX?

Roberto Campos Neto, conforme também relatado pelo CriptoFácil, disse ao G1:

“A gente imagina que o sistema financeiro no mundo é [no futuro] quase todo digital. E culminando com o que a gente chama de moeda digital, que a gente vê lá na frente.”

Assim sendo, é possível que os estudos sobre criptoativos sejam no sentido de uma criação de moeda digital no PIX.

A preocupação com as diretrizes do GAFI ressalta, talvez, uma inclinação em realmente criar o Real Digital.

Ainda que não seja, pode ressaltar um interesse em integrar de forma oficial o uso de criptoativos no PIX.

Tendo em vista que se trata de um sistema de pagamento eletrônico, o Banco Central pode estar considerando a liberação das criptomoedas neste novo ecossistema.

Por CriptoFácil